Passando pelo deserto (3.10)



“E te lembrarás de todo o caminho, pelo qual o SENHOR teu Deus te guiou no deserto estes quarenta anos, para te humilhar, e te provar, para saber o que estava no teu coração, se guardarias os seus mandamentos, ou não.” (Deuteronômio 8:2)



 É preciso avivar a fé no deserto, crendo que Deus está por perto mesmo que não O veja ou sinta a Sua presença. Sendo necessário perseverar enquanto durar o deserto, sem murmuração, se alegrando e glorificando pelas bênçãos recebidas durante a provação.
O deserto de Jesus durou quarenta dias e o dos Judeus quarenta anos.
Somos nós que determinamos o tempo que passamos no deserto. Se aceitarmos os ensinamentos de Deus e O obedecermos, confiantes nas promessas, descansando e resistindo às tentações, sairemos bem mais rápido e aprovadas do deserto em que nos encontrarmos.
É certo que passamos por vários tipos de dificuldades no deserto, afinal o deserto tem um clima difícil de suportar e às vezes nos sentimos solitárias, sem contar que o deserto é um lugar de escassez, no entanto, Deus nos supre com o maná de cada dia. Portanto, devemos estar atentas a tudo isto e enfrentar com coragem o deserto, crendo que Deus está ao nosso lado sempre.
Alimente a sua fé, lendo e meditando na Palavra de Deus e creia que Ele está contigo. Este deserto não durará para sempre. Amém?
Deus abençoe!


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O coração alegre aformoseia o rosto!

Plano de Leitura Bíblica - Início em qualquer mês do ano

Moda Evangélica: Onde Encontrar?

Testemunhos