...

...

Translate

Newsletter - Receba nossas mensagens em seu e-mail

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Bênção ou maldição?

“De uma só boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não é conveniente que estas coisas sejam assim.” (Tiago 3:10)
A língua tem poder para o bem e para o mal. A língua é um músculo ligado ao coração, ela fala aquilo que está guardado nele. Por isto Jesus disse: “A boca fala do que o coração está cheio” (Mateus 12:34). Muitas vezes falamos coisas e nos arrependemos depois, chegamos até dizer que foi sem querer, mas sabemos que não é bem assim, pois quando falamos, tudo já estava guardado há muito tempo com vontade de sair. E assim, acabamos prejudicando a quem nos dirigimos e a nós mesmas, pois vem o arrependimento que muitas vezes chega tarde, porque não adianta pedir perdão, pois por mais que peçamos perdão e recebamos o perdão, a amizade, a união não será mais a mesma.
Existe um provérbio chinês que diz: “Há três coisas que nunca voltam atrás: a flecha lançada, a palavra pronunciada e a oportunidade perdida.” 
Vigiemos nossa língua, que muitas vezes é felina, maldosa e venenosa, capaz até de matar. Como a palavra diz; com a língua podemos abençoar e amaldiçoar. 
Que da nossa boca possa sair somente palavras de bênçãos, palavras positivas direcionadas a todos aqueles que fazem parte da nossa vida, seja no meio da nossa família, no trabalho ou na congregação. Que sejamos um canal de bênçãos, pois para isto fomos criadas. E nunca esqueçamos que tudo que fizermos, receberemos de volta e muitas vezes o dobro.
Mulheres intercessoras e abençoadoras, é para isto que fomos chamadas.
Fique na paz do Senhor!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Youtube