Bênção e Maldição!

“De uma só boca procede bênção e maldição. Meus irmãos, não é conveniente que estas coisas sejam assim.” (Tiago 3:10) 

O apóstolo Tiago fala do poder que tem as nossas palavras. Da nossa boca podem sair palavras de bênçãos e palavras de maldição e muitas vezes até para nós mesmas, sim, temos o poder para profetizar bênçãos em nossas vidas como também para nos amaldiçoar. Quanto mais eu disser que eu não tenho, não posso, produzirei com meus lábios aquilo que digo, se falo que não vou conseguir, não conseguirei. Quando digo não dá, produz impossibilidade. Quando digo não tenho, produz escassez, a nossa boca controla e governa as situações ao nosso redor, portanto precisamos disciplinar a nossa boca para falarmos o que acreditamos. 
Precisamos refletir nesta Palavra e vigiar aquilo que falamos, com e para os nossos filhos, maridos e para a nossa vida. Existem palavras que lançamos que não temos noção do peso que elas têm na vida de alguém. 
Deus quer que usemos nossa boca para profetizar bênçãos. Tiago fala que não nos convém sermos assim. 
Fomos feitas para abençoar e não para amaldiçoar. Muitas vezes as coisas não dão certo na nossa vida justamente porque profetizamos a derrota. Nossos filhos não deram certo porque lançamos maldição na vida deles, talvez 
até sem querer, mas a partir do momento que temos consciência disso, precisamos retirar tudo que foi lançado, afinal sabemos que um dia prestaremos contas a Deus, até mesmo daquilo que falamos. Portanto é necessário vigiarmos as nossas palavras e por mais que não estejamos vendo nada 
ou que tudo diga o contrário, temos que profetizar bênçãos, vitória em nossas vidas e na vida dos nossos. 
Use a sua boca para abençoar! 
Deus abençoe e fique na paz! 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dica de Moda para mulher cristã: Ladylike

Moda Evangélica: Onde Encontrar?

Aquieta o seu coração!

Testemunhos