Moda Cristã: Calça Jeans pode?


Gabriela Rocha
Graça e paz Preciosas!

Hoje quero falar sobre uma peça que não pode faltar em nosso armário: a Calça Jeans!
Eu particularmente amo! São as minhas preferidas rsrs
Elas duram muito tempo e podemos fazer inúmeras combinações.

A peça foi criada por um judeu, em meados dos anos 1870. Vamos há um pouco da história, retirada do site: http://www.morasha.com.br/biografias/levi-strauss-uma-ideia-de-ouro.html:

Em 26 de fevereiro de 1829, nascia na Bavária um judeu chamado Loeb Strauss, o caçula de sete irmãos. Aos 18 anos, em 1847, ele emigrou para Nova Iorque, onde já viviam Louis e Jonas, dois de seus irmãos mais velhos. Começou sua vida trabalhando como vendedor ambulante, profissão que aprendeu com os irmãos e que era comum entre os judeus asquenazitas no século XIX. Vendia botões, linhas, tecidos, tesouras e outros objetos. 



Em janeiro de 1853, naturalizado americano, passou a adotar o nome de Levi, como já era tratado tanto pela família como pelos clientes. Em março daquele mesmo ano muda-se para São Francisco e abre sua primeira loja, na rua Sacramento. Sua irmã Fanny e seu cunhado David Stern o seguem e os três passam a trabalhar juntos.
Em suas viagens à região das minas, Levi oferecia seus tecidos de sarja para fabricar tendas. Um dia, em 1850, um mineiro lhe disse que não precisava de tendas, mas de uma calça resistente que não rasgasse facilmente. Antevendo uma oportunidade, Levi tira as medidas do homem e lhe promete fazer rapidamente as calças, sob medida. Encontra um alfaiate em uma cidade próxima, a quem pede que costure um par de calças com o seu brim que usava para fabricar as tendas. Manda colocar bolsos fundos nas calças para guardar as pepitas e as ferramentas. Assim nasce seu primeiro par de calças. O mineiro, entusiasmado, pagou-lhe US$ 6 em ouro. Logo a notícia se espalha pelas minas, virando uma verdadeira febre.

A partir de 1860, Levi começou a importar um tecido de brim feito em Nîmes (França), que na América passou a ser conhecido primeiro como “de Nimes”, e depois como “denim”. Levi e seus cunhados começam, então, a manufaturar as primeiras calças jeans do mundo, em brim índigo, que logo se tornariam famosas. O negócio cresce rapidamente e Levi funda a Levi Strauss & Co., em Nova York. Diversas filiais são abertas e, utilizando a publicidade através de catálogos, a firma prospera rapidamente. 


Jacob Davis, um judeu originário da Lituânia, era alfaiate em Reno, Nevada, e comprava regularmente retalhos de tecido na Levi Strauss. O alfaiate tinha um cliente que sempre rasgava os bolsos das suas calças. Tentando encontrar uma maneira de reforçar os bolsos de suas calças, teve a idéia de colocar rebites de metal em alguns pontos específicos da calça, como os cantos dos bolsos. Essas calças, únicas no mundo, fizeram sucesso instantâneo. Temendo ser copiado, Jacob imediatamente pensou em patentear a idéia e, como precisava de um sócio, lembrou-se de Levi Strauss. Esse experiente comerciante, prevendo o potencial do novo produto, aceitou a proposta. Jacob Davis mudou-se para São Francisco e os dois começaram a trabalhar juntos.



Em 1873, os dois registraram a patente de nº 139.121 do Departamento americano de Marcas e Patentes. Por isso, o dia 20 de maio de 1873 é considerado o "aniversário do blue jeans", porque embora as calças de denim já fossem usadas por operários, foi o ato de colocar pela primeira vez rebites nessas calças tradicionais que criou o que hoje o mundo todo reverencia como os famosos "jeans Levi’s". 



Se você ainda não sabe, as maiores invenções e descobertas do mundo, foram feitas por judeus, e isso também inclui a famosa calça jeans. A marca Levi's é até hoje considerada a melhor marca de jeans do mundo.


Cristiane Cardoso

A mulher cristã deve ser vestir com decência, esse é o nosso parâmetro de acordo com 1 Timóteo 2:9: "Da mesma forma quero que as mulheres se vistam modestamente, com decência e discrição..." dessa forma, devemos tomar alguns cuidados com a peça para que não marque tanto nosso corpo, e não pareça vulgar. Podemos usá-la com blusas mais compridas ou mais larguinhas, com coletes e blazers também.



Ana Paula Valadão
Existem algumas denominações que não permitem o uso de calças, apenas saias e vestidos, mas não queremos entrar aqui em questões doutrinárias. Quero te dizer, que se você escolheu pertencer a alguma denominação assim, respeite essas regras. Caso contrário, procure uma denominação em que o uso da calça seja permitido. 

Amém queridas!

Grande beijo e até a próxima!

*Imagens extraídas do Google



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O coração alegre aformoseia o rosto!

Dica de Moda para mulher cristã: Ladylike

Plano de Leitura Bíblica - Início em qualquer mês do ano

Testemunhos