Clamando pela misericórdia de Deus

“Agora, pois, ó Deus nosso, ouve a oração do teu servo. (...) não lançamos as nossas súplicas perante a tua face fiados em nossas justiças, mas em tuas muitas misericórdias” (Daniel 9:17-18)
Daniel tinha muitas razões para estar profundamente alarmado. Seu povo achava-se no exílio, e ele suplicava a Deus pelo fim do cativeiro e sua volta a Jerusalém. Entretanto, não pedia ajuda a Deus pelos merecimentos do povo. Fazia-o por saber que Deus era um Deus misericordioso. 
Sua oração ardente era uma petição a um Deus justo, um Deus que concede graça em situações difíceis por causa de Sua natureza. 
A graça jamais pode ser ganha em troca de algo ou por nosso merecimento. A própria salvação é obra da graça de Deus. (Efésios 2:8-9) 
Quando atravessamos circunstâncias difíceis, podemos pedir ajuda a Deus, mesmo que não a mereçamos. 
Como o cobrador de impostos descrito por Jesus em uma de suas parábolas, podemos dizer: “Deus tem misericórdia de mim, que sou pecador” (Lucas 18:3). 
Louve então ao Senhor porque Sua ajuda não depende do que fazemos ou de nossas “obras”, mas de quem Ele é. 
Deus é misericordioso e ouve o nosso clamor. Clame a Ele! 
Deus abençoe! 



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dica de Moda para mulher cristã: Ladylike

Moda Evangélica: Onde Encontrar?

O coração alegre aformoseia o rosto!

Testemunhos