Oração de Ana

E fez um voto, dizendo: "Ó Senhor dos Exércitos, se tu deres atenção à humilhação de tua serva, te lembrares de mim e não te esqueceres de tua serva, mas lhe deres um filho, então eu o dedicarei ao Senhor por todos os dias de sua vida, e o seu cabelo e a sua barba nunca serão cortados". (1Samuel 1:11) 

Ana enfrentava um sofrimento familiar profundo que acomete muitas mulheres. Ela não tinha filhos. 
A esterilidade para as mulheres da época significava vergonha e desgraça. O problema de Ana era maximizado pela atitude de Penina, a outra mulher de Elcana. E embora Penina tivesse vários filhos, ela era ressentida pelo fato de que o marido de ambas favorecia mais a Ana. 
Ana porém, se sentia presa entre o afeto do marido, o ódio da rival e a própria infertilidade. 
No entanto, Ana voltou-se para Deus e orou fervorosamente por um filho. Fez uma promessa ao Senhor e quando Deus concedeu-lhe o filho, ela cumpriu o que prometera, devolvendo-o ao Senhor. 
É claro que não podemos influenciar Deus com promessas sobre o que vai fazer se Ele atender a nossa oração, mas ao prometer algo a Deus, devemos cumprir. 
Qualquer outra atitude é tentativa de manipular Deus. 
Ana cumpriu o que prometera, embora tenha sido muito difícil desistir daquele por quem orara por tanto tempo e com tanto fervor. 
O Deus que atendeu a oração de Ana, ainda atende a oração de qualquer uma de nós. 
Portanto, não hesite em pedir, clamar ao Senhor por algo, seja com promessa ou não. Lembre-se porém, que ao prometer algo a Deus, cumpra, pois no livro de Eclesiastes 5:4-5 diz: Quando você fizer um voto, cumpra-o sem demora, pois os tolos desagradam a Deus; cumpra o seu voto. É melhor não fazer voto do que fazer e não cumprir. Amém? 
Deus abençoe!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O coração alegre aformoseia o rosto!

Plano de Leitura Bíblica - Início em qualquer mês do ano

Moda Evangélica: Onde Encontrar?

Testemunhos