O perdão liberta!

“E quando estiverem orando, se tiverem alguma coisa contra alguém, perdoem-no, para que também o Pai celestial lhes perdoe os seus pecados" (Marcos 11:25) 


Dentre todos os ensinamentos da Bíblia, a instrução para perdoar os que nos ofendem é uma das mais difíceis de obedecer. 
Na verdade, a tendência do ser humano é se agarrar às ofensas e guardar ressentimentos. Ou então, se afastar da pessoa para não ser mais ferido por ela. 
Claro que há certas situações, em que a separação se faz necessária. No entanto devemos perdoar a pessoa independente dela estar longe ou perto, ou do arrependimento dela. 
Neste versículo, Jesus se refere à nossa obrigação de perdoar uns aos outros, para que Deus também perdoe os nossos pecados. 
Perdoar não significa necessariamente esquecer o agravo. Podemos lembrar, mas não permitir que a lembrança nos deixe amargurada e ressentida. 
Perdoar também não quer dizer que o acontecido foi insignificante. 
Lembremos que o ato de perdoar, não exime a pessoa do erro, mas nos liberta e nos dá paz interior. 
Quando não perdoamos ficamos presas no passado, fracas espiritualmente, doentes e amargas. 
A falta de perdão é visível na aparência, nas palavras e nos atos da pessoa que foi ofendida, afastando-se dos amigos, que de uma forma ou de outra sentem o negativismo. 
O bom é saber que ao decidir perdoar, não somos as únicas a serem beneficiadas, beneficiamos também aos que estão a nossa volta. Pois, a alegria e a paz reinará. 
Portanto se você se encontra nesta situação, peça ao Espírito Santo para te ajudar a perdoar, seja liberta, sarada e viva em paz. Amém? 
Deus abençoe!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O coração alegre aformoseia o rosto!

Plano de Leitura Bíblica - Início em qualquer mês do ano

Os pensamentos de Deus são mais altos que os nossos!

Testemunhos